Páginas

sábado, 12 de setembro de 2009

Inspiração x Transpiração



Sinto-me numa fase de transformação, tem momentos que chego a desconfiar que a inspiração simplesmente me abandonou. Nunca fui de fazer muitos rascunhos. Escutava uma música, ouvia uma história, lia um livro e pronto, logo dava uma imensa vontade de escrever. Textos que muitas vezes em nada diziam sobre mim, mas sobre assuntos rotineiros que todos os dias acontecem com várias pessoas. (como esses por exemplo: Dor da Saudade, Perdoe-me por favor!, Quando o amor nos cega a razão, Só Lembranças). Havia épocas em que chegava a redigir 2 ou 3 escritos no mesmo dia, porém agora fico pensando no que poderia colocar no papel e nada me vem a cabeça, começo um texto e depois de algumas linhas fico segurando a caneta, olhando para o caderno com idéias vagando pela minha mente mas, que não consigo captar.

Não sei o que se passa, ainda estou a descobrir e vou seguindo assim, quando surge algum tema que penso em desenvolver, caneta e papel na mão e como diz a , 1% inspiração e 99% transpiração!

Imagens: Google

Cris Marino

20 comentários:

  1. Cristiane,

    Todos que escrevem passam por isso.
    Passamos por uma fase de inércia. Mas não creio que a inspiração a abandonou; ela está apenas colhendo elementos para entregar a você depois, tudo pronto, como acontecia antes. Pode ter certeza disso.

    Abraços e bom domingo.

    ResponderExcluir
  2. Cris, minha amiga querida, não fique assim, viu. Quando menos imaginar, você terá inspiração...
    Às vezes, não queremos escutar a voz que vem do coração por alguma razão, seja de pensamento mesmo ou porque não esteja bem, mas é só uma fase...
    Passada essa fase, o que não faltará é histórias muito bem escritas!
    Bjs, minha linda e fique com Deus!

    ResponderExcluir
  3. Oi moçaaaa rs, eu não acho que a inspiração faltou, imagine, faça como a minha professora de portugues laaaaaaaaaah da outava série dizia, escreva sobre o que vc esta vivendo, porque com emoção sempre fica melhor, mais compreensivel etcetcetc... e foi o que vc fez!!!! rs, até escrever sobre não ter o que escrever é escrever!!! :P bjao! lovAQUI

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Este é um comentário-convite.
    Meu blog está completando neste mês um ano " no ar". Para celebrar e juntar gente interessante estou promovendo uma blogagem coletiva.
    Ficarei feliz se você puder participar. Será um modo de divulgar seu espaço e conhecer outros blogs interessantes e que têm algo a dizer.
    Conto por você.
    O link para a inscrição é este:
    http://elainegaspareto.blogspot.com/2009/08/convite-convocacao-pedido-promocao-ou.html
    Elaine

    ResponderExcluir
  5. Oi,oi!
    Olha só que bacana você já arriscando escrever o que está sentindo! É um passinho para ideias novas desabrocharem, além disso, também é muito humano mostrar-se "aparentemente frágil" e esclarecer isso para os amigos da blogosfera. Deixe fluir, deixe-se levar... e, dessas primeiras palavras, dessas ideias que não te agradam de início surgem outras novas, muito melhores e que poderão ser reelaboradas.
    Sabe, essa frase que costumo usar pelo que consta é do Thomas Edison e já postei algumas coisas sobre ele lá no blog, pois, identifiquei-me com a persistência e otimismo.
    Acredito que todos que gostam de escrever passam por momentos assim, não se pede, não se deseja, mas, no fundo, sabemos que algo está diferente e por isso mesmo algo novo precisa vir à tona, sair do solo feito planta que germina e busca a luz do sol. Eu torço para que você logo sinta os primeiros raios no rosto e o calor aquecendo seu coração! Só precisa desse tempo para brotar.
    Bjins e aguardarei novos posts, certamente, virão cheios de novidades!

    ResponderExcluir
  6. Parece ate que foi eu que escrevi esse texto...sinto-me nesta mesma fase que vc...fico ali olhando para a folha de papel..os pensamentos a mil...mais muitas vezes quase nenhum sai....boa parte das coisas que escrevo são sobre momentos vividos com amisgos..sozinhos...que acho importante e que coloco no papel...tenho varias coisas que quero escrever...mais sei lá me falta algo que não sei o que é...


    Ademerson Novais de Andrade

    ResponderExcluir
  7. Cris,
    As vezes temos uma espécie de "ressaca" criativa kkk É normal menina e logo, logo passa!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Cris,

    Escrever é natural, precisa mesmo desses intervalos, acho que acontece com todo mundo...

    Já já você acorda e : puffff.... mil inspirações !!!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Isso acontece mesmo, mas sempre encontra um jeito de apresentar alguma coisa para que o blog se mantenha.

    ResponderExcluir
  10. Cristiane,

    Voltei aqui para lhe desejar uma semana abençoada e produtiva.

    Que Deus abençoe você e sua família

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Digamos q esteja passando por um momento parecido..rs Mas estou aprendendo a não me desesperar..isso sempre muda..quando menos esperar, você estará escrevendo de novo. No meu caso, creio que o clima de provas seja o responsável.

    abraço

    ResponderExcluir
  12. obrigado pela visita ao figura220! volte sempre!

    concordo com o que você disse. e continue escrevendo!

    ResponderExcluir
  13. Cristiane,

    Meu blog está promovendo a blogagem coletiva "Professores do Brasil".

    Ficaria muito feliz se você pudesse participar. Desde já lhe agradeço. Abraços.

    ResponderExcluir
  14. Oi, estou postando esta mensagem, pois li em outro blog que você gosta de Machado de Assis.

    LIVRO MEMORIAL DO BRUXO

    Se você gosta de Machado de Assis, conheça o livro MEMORIAL DO BRUXO, uma excelente biografia do “bruxo do Cosme Velho”, contendo inúmeras informações, anedotas e curiosidades a respeito da vida e obra do escritor. Basta clicar no link abaixo:

    http://clubedeautores.com.br/book/4900--MEMORIAL__DO__BRUXO

    ou visite o blog:

    http://machadodeassis-memorialdobruxo.blogspot.com


    (Se esta informação o ofende de alguma forma, por favor, apague-a sem dó nem piedade)

    ResponderExcluir
  15. Mas bah, guria.
    Realmente, passando um olhar pelos comentários, chegamos a conclusão que todos, sofremos desses recessos...
    Por outro lado, entendo que só os profissionais têm obrigação de escrever todo dia, nós que escrevemos por prazer, temos a regalia de só colocar no papel aquilo que nos espanta, seja bom ou ruim, o que nos espanta, nos inspira, provoca, instiga, ai sai postagem, caso contrários viramos leitores por um tempo, e isso é ótimo! Não achas?

    ResponderExcluir
  16. Ah, minha querida, acho que até a inspiração precisa tirar férias de vez em quando, e o único jeito de conseguir isso é fazendo greve...

    A propósito:

    SONETO VAZIO
    (Eloah Borda)

    Não sei por que, eu hoje estou vazia
    -meu coração parece que secou;
    a inspiração se foi, e na alma, fria,
    a sensibilidade congelou.

    Quero escrever, quero fazer poesia,
    mas sobre o que?! A verve se esgotou...
    E nessa pasmaceira, foi-se o dia,
    já é noite, e sem idéias ainda estou.

    Sinto um vazio dentro do meu peito,
    um nada existencial, que me apavora
    - será que já morri, e ainda não sei?!

    Mas que bobagem!...Chega, não tem jeito!
    Devo tentar dormir - é tarde agora,
    para filosofar... Chega. Cansei.

    Beijos.
    Eloah

    ResponderExcluir
  17. Oláá,
    estou passando só
    pra dizer que adorei seu blog!
    Gostei muito mesmo,
    e agradecer tbm pela visita
    ao meu blog
    http://baixaraki.youblog.net



    Bjooos

    ResponderExcluir
  18. OI Cris
    Isso as vezes acontece comigo, mas depois passa.
    Escrever e ler são paixões tão grande que é difícil viver sem.

    beijos

    http://viajandonoblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Mas bah, Cristiane.
    Costumo dizer que obrigação de escrever teem os profissionais, nós, que escrevemos por simples prazer, não. Escrvemos quando nos dá na veneta, ou seja, quando temos inspiração!

    ResponderExcluir
  20. FANZINE EPISÓDIO CULTURAL


    O Fanzine Episódio Cultural é uma publicação bimestral sem fins lucrativos distribuído gratuitamente em várias instituições culturais. De acordo com o editor e poeta mineiro Carlos Roberto de Souza (Agamenon Troyan), “o objetivo é oferecer um espaço gratuito para que escritores, poetas, atores, dramaturgos, artistas plásticos, músicos, jornalistas... possam divulgar a sua arte”.

    Sobre o editor:

    1964: Nasce em Machado-MG
    1966: Muda-se para São Paulo/SP, onde surge sua paixão pelo Cinema.
    1995: Retorna para Machado, passando a pesquisar a trajetória do Cinema local.
    2005: Edita a Revista do Cinema Machadense (1911-2005)
    2006: Compõe três letras gravadas pela banda finlandesa “Força Macabra”
    2008: Lança o livro “O Anjo e a Tempestade” sob o pseudônimo Agamenon Troyan.
    2008: Edita o Fanzine Episódio Cultural
    2009: Edita o Jornal Ciclone
    2010: Novo membro da Academia Machadense de Letras

    Contatos:

    E-mail: machadocultural@gmail.com
    MSN: machadocultural@hotmail.com
    Twitter: www.twitter.com/episodiocultura
    Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=1464676950&ref=profile
    Myspace: www.myspace.com/tarokid2003
    Blog: http://www.fanzineepisodiocultural.blogspot.com
    Youtube: http://www.youtube.com/user/Tarokid2003
    Skype: tarokid18
    Orkut: Carlos Roberto (Episódio Cultural)

    Vídeos

    Revista do Cinema Machadense; pela TV Alterosa (SBT)
    http://www.youtube.com/watch?v=msoR2iUr-8M

    Livro “O Anjo e a Tempestade” e Fanzine Episódio Cultural
    http://www.youtube.com/watch?v=5gyGLdnpuvQ

    O FANZINE EPISÓDIO CULTURAL ENTREVISTOU NO DIA 24 DE ABRIL DE 2010, GISELE FERREIRA, DIRETORA DA GSC EVENTOS, QUE, JUNTAMENTE COM SUA EQUIPE, ORGANIZOU A V FEIRA NACIONAL DO LIVRO DE POÇOS DE CALDAS-MG.:

    http://www.youtube.com/watch?v=jIQ_LE6qCfU

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada por comentar! não esqueça de colocar seu nome e e-mail (caso não tenha blog) para contato, nem sempre consigo responder os comentários, mas com toda certeza leio todos com muito carinho.
Bjãozão da Cris!!!